Diário Do Povo - Edição Eletrônica
domingo, 23 de novembro de 2014
RSS
Adicione aos Favoritos
29/11/201230/11/2012
Euro (Compra)  
Euro (Venda)  
Dólar Comercial (Compra)2,09862,1068
Dólar Comercial (Venda)2,09912,1074
Dólar Paralelo (Compra)2,19862,2068

23/11/2014 09:00:00 - Geral

Avenida sem pavimentação
causa transtorno aos moradores


clique para ampliar

Somente uma parte da avenida Comodoro, na zona Sul, ganhou asfalto e os moradores esperam melhorias



Os moradores do Lotea-mento Porto Alegre III, zona Sul de Teresina, há muito tempo pedem a pavimentação da avenida Comodoro, que atualmente tem um trecho de mais de dois quilômetros precisando ser pavimentado. Quem mora nas margens da avenida reclama da poeira, em especial, por conta das crianças.
Maria do Socorro mora há três anos no local e relata que os problemas de falta de pavimentação na avenida sempre existiram. "Minha sogra mora aqui desde que o bairro começou e essa avenida sempre foi de terra batida. Isso é um desrespeito muito grande com a população que paga seus impostos e não tem nenhum retorno", afirma a moradora. 
Segundo ela, os transtornos são muitos e as reclamações dos moradores são constantes. No verão, o problema é a poeira e agora, com a proximidade do período chuvoso, o que mais preocupa são os alagamentos das casas. 
"Vai começar todo o sofrimento novamente. Todo ano em época de chuva é assim, mas não sabemos o que é pior, porque quando chove a água fica na altura da canela, entra nas casas e ainda trás todo tipo de sujeira junto. No período de verão, a poeira é insuportável, provoca doenças e as crianças sofrem muito", afirma.
De acordo Sandro Freitas, que também é morador da região, muitas promessas de pavimentação da avenida já foram feitas, mas, até o momento, nada foi feito. Em um trecho, de cerca de 500 metros, o asfalto foi colocado apenas em um lado da pista e outro continua sem nenhum tipo de pavimento.
"Todos os anos as autoridades vêm aqui, principalmente nas eleições, e prometem melhorar a situação da avenida e depois somem. Esse ano mesmo eles já falaram que iriam passar o asfalto aqui, mas que tem mesmo é muita poeira e sujeira", afirma o morador.
A reportagem entrou em contado o gerente de Obras da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU/Sul), Márcio Sampaio, que informou que a avenida havia sido cadastrada em um programa federal de pavimentação, mas não soube dizer se ela foi contemplada. Tentamos contato com o superintendente executivo da SDU/Sul, Paulo Roberto, e com o superintendente Edson Melo, mas não tivemos retorno. 







© ARPNET Tecnologia em Informações.